Bahia,
Preços caem no exterior, mas insegurança permanece

Analistas afirmam que a discussão a respeito da abertura no resseguro pode até voltar para a ordem do dia, até porque o mercado internacional está novamente "soft", com a expectativa de queda dos preços a partir de janeiro. Contudo, os mesmos especialistas advertem que não se deve sequer cogitar a possibilidade de privatização do IRB Brasil Re por enquanto.

Isso porque os grandes grupos estrangeiros continuam "fazendo caixa", com a venda das suas participações em seguradoras e resseguradoras espalhadas por todo o mundo, inclusive no Brasil. Nesse contexto, a venda da resseguradora estatal nesse momento renderia, se houvesse interessados, uma bagatela.

A verdade é que o quadro ainda vai demorar um pouco a se normalizar, mesmo com a expectativa de queda dos preços. O volume de indenizações pagas em 2003 - cerca de US$ 17 bilhões (até agora) - foi 26% superior ao montante registrado no ano passado e não há a garantia de resultados melhores em 2004. Para os analistas, diante desse cenário, a cautela deve pautar todas as ações do mercado nos próximos meses.

Fonte: Seguros em Dia

<--- Voltar

Topo   
Empresa | Seguros | Produtos & Serviços
Notícias | Informativo | Eventos
Página Inicial | Agenda de Vencimento | Personal Protection | Fale Conosco
Regra para pagamento de prêmios ajuda segurados
Cartilha da ANS sobre migração e adaptação
Reajuste para migrar de plano será de 15%
Preços caem no exterior, mas insegurança permanece
  Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002, CPR Seguros & Riscos Desenvolvido pela Index